TIRA DÚVIDAS: PROFISSIONAIS / ESTUDANTES             RELACIONE-SE

Faça Treinamento Prático Marketing Digital

jul 31, 2014
admin

71% da receita do Twitter provêm de publicidade móvel

Tal como fez o Facebook, o Twitter já tem hoje a maior parte da sua receita oriunda de publicidade móvel. É o que demonstra o balanço do segundo trimestre da empresa, divulgado na última terça-feira, 29. A receita total da companhia entre abril e junho foi de US$ 312 milhões, dos quais US$ 277 milhões vieram de publicidade (crescimento anual de 129%). E aqui o dado mais relevante: desses US$ 277 milhões de receita publicitária, 81%, ou US$ 224 milhões, foram provenientes de mobile advertising, ou seja, de compra de espaço publicitário dentro da versão móvel do Twitter. Isso equivale a 71% do faturamento da companhia no segundo trimestre.

Parte desse bom desempenho se deve à criação de novos formatos de publicidade móvel dentro do Twitter, como anúncios com links para a instalação ou abertura de outros apps. Outra explicação está no próprio crescimento do uso do Twitter em dispositivos móveis. A base da rede social alcançou a marca de 271 milhões de usuários ativos mensais em junho, dos quais 211 milhões acessaram por celular ou tablet, o que representa 78% do total. Em 12 meses, houve um crescimento de 24% da base total de usuários ativos e de 29% de usuários ativos móveis.

Fonte: Mobile Time 

Compartilhar
jul 31, 2014
admin

Amazon oferece 27 apps gratuitos para Android que geralmente são pagos

Uma das vantagens de ter um smartphone Android é que nem todos os aplicativos precisam ser comprados na loja oficial, a Google Play. Com isso, a Amazon, que normalmente libera um app pago por dia para download, oferece hoje 27 a custo zero.

Entre os apps estão Sonic All Stars Racing (normalmente custando R$ 4,50), o dicionário Oxford para alunos de Inglês (normalmente R$ 68) e a calculadora Mathsapp (normalmente R$ 11,30), útil para quem cursa ciências exatas.

A instalação do app da Amazon Store deve ser feita manualmente. Para tal, inicie o download aqui e, caso não saiba instalar, siga nosso guia, clicando aqui. Basta fazer o cadastro para aproveitar a dica.

Somados, todos os apps custariam mais R$ 250. Mas, fique esperto porque a promoção vale até amanhã, 1.

Compartilhar
jul 31, 2014
admin

Aplicativo disponibiliza consultas médicas em tempo real

First Opinion conecta pacientes e profissionais de vários países por meio de mensagens de texto.

 

Aplicativos e dispositivos wearable têm fornecido cada vez mais dados sobre a saúde pessoal de cada usuário. Entretanto, profissionais da medicina ainda são a fonte mais confiável quando se trata de diagnósticos. O app First Opiniontem o objetivo de unir esses dois elementos ao conectar médicos e pacientes de vários países, fornecendo um atendimento em tempo real.

 
O serviço 24 horas permite que o usuário envie mensagens de texto para médicos quantas vezes quiser para obter respostas sobre questões médicas gerais. Antes de estabelecer a comunicação com o profissional, o aplicativo fornece uma breve descrição de sua especialidade, há quanto tempo exerce a profissão, localização geográfica e a quantas perguntas ele já respondeu por meio da ferramenta. A biografia também inclui uma avaliação de um outro doutor sobre o médico que irá atender o usuário. Também são exibidas Informações pessoais do especialista, pois isso ajuda a humanizá-lo e pode deixar o paciente mais confortável para compartilhar alguns problemas mais sensíveis.

 
Com a versão gratuita, o usuário pode obter uma resposta em 24 horas. Caso queira ser atendido dentro de 5 minutos, o custo é de US$ 9 mensais, e para diminuir o prazo para 3 minutos, a mensalidade é de US$ 29.

 
Uma das limitações do First Opinion é o fato de não disponibilizar médicos licenciados a exercer a profissão nos Estados Unidos. O site do serviço também aconselha os usuários a evitarem a ferramenta em situações de emergência. Além disso, os termos de serviço alertam os pacientes a não considerarem as respostas recebidas como verdadeiros serviços médicos.

 

Fonte: Proxxima

Compartilhar
jul 31, 2014
admin

5 fatos que pequenas empresas precisam saber sobre a Big Data

A Big Data é uma fonte de informações valiosas que estão em fontes que sua empresa já possui. Para ter certeza de que seu negócio não está perdendo grandes oportunidades, confira cinco pontos que desmistificam o tema:

 
1. O que é Big Data
Você pode obter diferentes respostas de vários profissionais, mas, no final das contas, data significa dados. E dados são simplesmente dados.

 
Não é o tamanho do dado que importa. Grandes ou pequenas empresas coletam muitos dados dos consumidores, e a capacidade de integrá-los aos diferentes tipos de informação para tomar decisões importantes é a essência da Big Data.

 
Os benefícios da Big Data são múltiplos: logística, previsões financeiras. Mas, principalmente, significa impulsionar informações para se ter ideia do cenário de comportamento e preferências dos consumidores para personalizar preferências.

 
Portanto, é também uma forma de capturar pontos para melhorar a experiência do usuário e a percepção da marca em longo prazo.

 
2. Para que serve a Big Data
Com tantas empresas confusas com o significado da Big Data, não é nenhuma surpresa que não entendam seu propósito.

 
No varejo, por exemplo, os dados servem para saber se o consumidor abre e-mails, com que frequência ele compra online e em lojas físicas, quanto postam em suas contas de social media e se abrem e-mails promocionais.

 
Caso não entendam o que a Big Data proporciona, empresas correm o risco de permanecer com estratégia errada e resultados irrelevantes.

 
Empresas de pequeno porte devem focar nos mais variados dados que têm sobre seus clientes e utilizá-los para resolver seu maior problema.

 
3. Como se aproximar da Big Data
Dados não devem ser coletados sem questões previamente formuladas. E essas perguntas devem ser certeiras para começar a estratégia e obter insights que resultem em lucro. Fazer as perguntas certas pode ajudar as empresas a evitar crises. Como um supermercado cujos dados indicam que produtos sem glúten não vendem, mas se esses dados forem integrados com dados dos consumidores, a mercadoria que vende pouco pode atrair uma parcela de consumidores bastante rentáveis.

 
4. Quanto custa a Big Data
Existem recursos a diversos preços e, portanto, é errada a noção de que ferramentas e cientistas de dados custam muito para o budget de pequenas empresas.

 
Existem opções de serviços na nuvem e ferramentas de Big Data com baixo custo mensal. Em vez de contratar em especialista em tempo integral, contrate um consultor duas vezes ao mês.

 
5. Como a Big Data funciona
A Bid Data não é uma tecnologia que vai prever o sucesso de sua empresa. Em vez disso, é um meio que fornece dados para criar valor para consumidores e para o negócio.

 
O primeiro passo é identificar quais problemas precisam ser resolvidos, identificar os dados que podem responder às questões e interpretar os resultados para tomar algumas decisões.

 
As empresas não devem se preocupar com a tecnologia em sai, mas em como ela se aplica e cria valor para o tipo de negócio que operam.

 

Fonte: Proxxima

Compartilhar
jul 30, 2014
admin

Netflix por torrent’, Popcorn Time chega à Apple TV

(Foto: Divulgação)

Tido por muitos como pior pesadelo de Hollywood, o Popcorn Time não para de crescer. A última novidade do “Netflix por torrents” é que ele agora oferece suporte ao AirPlay.

Isso significa que dá para usar a Apple TV para transmitir conteúdo do Popcorn Time para a televisão sem precisar de cabos, o que já era possível para quem usa o Chromecast, do Google.

Por enquanto, essa funcionalidade só está disponível ao usuários de Windows, mas, segundo o The Next Web, o aplicativo para Mac será atualizado em breve.

O Popcorn Time surgiu e morreu no começo deste ano, possibilitando que internautas usassem arquivos de torrent para assistir a filmes em streaming. Isso significa que não era necessário baixar os arquivos e que a transmissão ocorria de forma mais rápida.

Após um breve momento de sucesso, os criadores tiraram o serviço do ar, mas deixaram os códigos disponíveis, motivando a criação de outras versões. Há, por exemplo, um aplicativo para Android (veja aqui).

Fonte: Olhar Digital

Compartilhar
jul 30, 2014
admin

Startup cria soluções para carregar dispositivos longe da tomada

 

Carrega+ tem soluções exclusivas para recarga de bateria de tablets e celulares em locais de difícil acesso à energia elétrica.

 

 

O uso intensivo dos dispostivos móveis tem sido responsável pelo surgimento de uma nova neurose urbana: a síndrome da falta de bateria, que geralmente ataca em lugares onde não há tomada elétrica por perto e quando mais se precisa do equipamento para fazer ou receber ligações ou enviar dados.

Por conta desse problema, o mercado dos chamados “power bank”, carregadores portáteis autônomos de bateria – está em crescimento.  A startup paulista CARREGA+, fundada em 2013, aposta no mercado de carregadores portáteis,  e lancou um portfólio de produtos inovadores para quem utiliza smartphones e tablets e sofre com a falta de bateria.

Esse tipo de acessório geralmente é leve, pequeno e ligado a um smartphone ou tablet, transfere energia para a bateria que muitas vezes é recarregada em 100%. “Nossos carregadores portáteis são leves, de fácil manuseio e cabem no bolso”, diz Junior Valverde, sócio fundador da companhia, referindo-se ao CARREGA+Mini, um aparelho que pesa apenas 69 gramas.

Além de soluções para usuários individuais, a CARREGA+ resolveu investir em soluções maiores, para recarregar vários aparelhos, que podem ser usadas em feiras, eventos, restaurantes, aeroportos e outros locais públicos.  Nessa linha estão os produtos CARREGA+ Box, um carregador portátil de 510 gramas, com capacidade de carregar dois aparelhos simultaneamente por até 22 horas; e o CARREGA+ Unit, que permite a conexão simultânea de até seis aparelhos com carga para 12 horas.

Em maio deste ano a CARREGA+ foi uma das finalistas do concurso Acelera Startup, maior evento de aceleração da América Latina e que é promovido pela Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo). A companhia levou o título de “Melhor Ideia” entre mais de 1.000 empresas avaliadas. Para saber mais sobre os produtos acesse o site da empresa.

Fonte: IDGNOW! 

Compartilhar
jul 30, 2014
admin

Profissionais brasileiros confiam mais em marcas com presença nas redes sociais, diz estudo

  • Profissionais brasileiros confiam mais em marcas com presença nas redes sociais, diz estudo

Marcas que investem na mídia social, seja por meio de anúncios, conteúdo ou fanpages, atraem a confiança dos consumidores. É o que aponta o estudo Conectando Consumidores e Marcas, realizado pelo LinkedIn.

 
A rede social profissional avaliou a opinião de usuários com idade entre 18 a 45 anos, com experiência em gerência e cargos hierarquicamente mais baixos. Segundo o estudo, mais da metade (63%) dos participantes se torna fiel às marcas cujo produto aprova, e 73% deles afirmam estar dispostos a pagar mais por um serviço de qualidade.

 
A pesquisa aponta que esses profissionais ganham salários acima de média e, portanto, estão interessados em comprar bens e serviços de alta consideração, como viagens para o exterior (34%) e a construção ou reforma de residências (31%).

 
Antes de efetuar a compra, um em cada três participantes tem o hábito de pedir informações sobre produtos aos contatos do LinkedIn. E 43% deles prestam mais atenção a um item se recomendado por algum membro da rede.

 
Quando o assunto é consumo de informação na plataforma, os millenials (jovens de 18 a 24 anos) são o grupo que mais se interessa por novos produtos e serviços (75%) e notícias sobre inovação (63%). Confira mais informações no infográfico abaixo:

  
Fonte: Proxxima 
Compartilhar
jul 29, 2014
admin

Projeto do Google estuda corpo humano para detectar anomalias

O Google X, braço de pesquisa da gigante de buscas, está desenvolvendo um projeto para determinar como deve ser um ser humano saudável. A princípio, o Baseline Study vai combinar informações genéticas e moleculares anônimas de 175 pessoas, que passarão por uma série de exames, como coleta de sangue e saliva. Depois, os pesquisadores da equipe irão analisar os testes e darão continuidade aos estudos com profissionais da Duke University e Stanford University.

 
Um dos principais objetivos do projeto é identificar anomalias com antecedência. A expectativa é de que a indústria médica passe a adotar mais medidas preventivas em vez de tratamentos em resposta à doença.

 
“Se pudermos detectar essas mudanças antes, assim que o corpo se distanciar do estado “saudável”, o projeto poderá alterar a forma como doenças são detectadas, tratadas ou até mesmo prevenidas”, afirma um comunicado da empresa, que também espera servir de inspiração para ideias de futuros projetos nas indústrias de saúde e tecnologia.

 
O Google planeja disponibilizar o estudo e seus resultados a pesquisadores qualificados da área de saúde. Sobre questões de privacidade, a companhia declarou ao Wall Street Journal que os dados coletados serão mantidos no anonimato e liberados somente para fins médicos e de saúde. O projeto também será supervisionado por conselhos institucionais que controlarão o uso das informações.

 

Fonte: Proxxima 

Compartilhar
Páginas:«1234567...657»

Arquivos

Tweets

    Consultoria Marketing Digital

    Administração de Mídia Digital

    Agência de Mídias e Redes Sociais

    Agência de Publicidade Digital

    Analista de Marketing Digital

    Analista de Marketing Digital

    Aplicativos para Tablet e Smartphones

    Aprenda Marketing Digital

    Assessoria de Imprensa Digital

    Casa do Yakisoba - Cliente NWMídia

    Cases Marketing Digital

    Cemara Loteamentos - Cliente NWMídia

    Chopp Kremer - Cliente NWMídia

    Compra de Conhecimento Digital

    Consultoria Digital para a Família

    Criação de Blog Corporativo

    Criação de Site Mobile

    Criação de Sites Diferenciados

    Criação de Sites Otimizados

    Especialista em Marketing Digital NW

    Especialista em Marketing Digital NW3

    Especialista em Marketing Digital NW6

    Especialistas em Marketing Digital

    Especialistas em Marketing Digital NW1

    Especialistas em Marketing Digital NW5

    Formulário 2a. Fase Franquia

    Franquia Consultor de Marketing Digital

    Franquia de Mídias Facebook & Twitter

    Franquia de Mídias Sociais

    Franquia de Monitoramento de Redes Sociais

    Franquia de Redes Sociais

    Franquia Gerenciamento Facebook

    Franquia Gerenciamento Twitter

    Franquia Gestão Redes Sociais

    Franquia Gestão Facebook

    Franquia Gestão Mídias Socias

    Franquia Gestão Twitter

    Franquia NWMí­dia Marketing Digital

    Franquia para Consultor Cauda Longa

    Franquia Treinamentos

    Gerente de Ecommerce

    Gerente de Marketing Digital

    Gestão de Conteúdo Web

    Gôla Gelato - Cliente NWMídia

    Links Patrocinados Google e Facebook

    Mais Educa - Clientes NWMídia

    Marketing Digital de Performance

    Marketing Eleitoral Digital

    Marketing Mobile para Empresas

    Marketing Redes Sociais Empresas

    Materiais Educativos NWMídia

    Micro Palestras Marketing Digital

    NW Mídia Marketing Digital

    NWMídia - Unidade Americana SP

    NWMídia - Unidade Aracajú SE

    NWMídia - Unidade Belém PA

    NWMídia - Unidade Boa Vista RR

    NWMídia - Unidade Brasília DF

    NWMídia - Unidade Campinas SP

    NWMídia - Unidade Campo Grande MS

    NWMídia - Unidade Cuiabá MT

    NWMídia - Unidade Curitiba PR

    NWMídia - Unidade Florianópolis SC

    NWMídia - Unidade Fortaleza CE

    NWMídia - Unidade Goiânia GO

    NWMídia - Unidade Guarulhos SP

    NWMídia - Unidade João Pessoa PB

    NWMídia - Unidade Macapá AP

    NWMídia - Unidade Maceió AL

    NWMídia - Unidade Manaus AM

    NWMídia - Unidade Natal RN

    NWMídia - Unidade Palmas TO

    NWMídia - Unidade Penápolis SP

    NWMídia - Unidade Porto Alegre RS

    NWMídia - Unidade Porto Velho RO

    NWMídia - Unidade Pouso Alegre MG

    NWMídia - Unidade Recife PE

    NWMídia - Unidade Ribeirão Preto

    NWMídia - Unidade Rio Branco AC

    NWMídia - Unidade Rio de Janeiro RJ

    NWMídia - Unidade Salvador BA

    NWMídia - Unidade São Luis - MA

    NWMídia - Unidade São Paulo SP

    NWMídia - Unidade Sorocaba SP

    NWMídia - Unidade Terezina PI

    NWMídia - Unidade Ubatuba SP

    NWMídia - Unidade Vinhedo SP

    NWMídia - Unidade Vitória ES

    Operadora Marketing Digital

    Otimização de Sites Google

    Pagamento Especialista em Marketing Digital

    Planejamento de Marketing Digital

    Profissionais de Marketing Digital

    Seja nosso Divulgador

    Serviços de Marketing Digital

    Serviços para Divulgadores

    Soluções para Alunos de Marketing

    Treinamentos Marketing Digital

    Vídeos para Sites e Portais

    © COPYRIGHT - 2011 / NW Mídia Marketing Digital Agência de Publicidade Aplicativos Tablets Marketing em Redes Sociais Otimização de Sites